Será que já cliquei num Malvertising e nem estou sabendo? - Minuto da Cibernética


Será que já cliquei num Malvertising e nem estou sabendo?


Você também fica incomodado com publicidades e anúncios que aparecem nas paǵinas Web que acessa? Acredita que além de chatas elas podem apresentar um grande risco para sua vida.

Existe um ciberataque chamado Malvertising, ou publicidade maliciosa. Ele faz uso de publicidade online para espalhar malwares. Costuma envolver a injeção de anúncios maliciosos ou carregados de malware em redes e páginas legítimas.

Os cibercriminosos usam o malvertising para difundir malwares, vírus, ransomware, trojans, adware e spyware. O malware pode ser usado para roubar dados pessoais, senhas, números de cartão de crédito e informações de identificação.

Pode ser usado também para controlar o computador da vítima, redirecionando o acesso para sites sob o controle deles, além de poder instalar softwares não autorizados.

Veja alguns exemplos de malvertising:
Um anúncio de um produto ou serviço legítimo pode ser infectado com um vírus.
Um anúncio em um site confiável pode ser redirecionado para um site malicioso.
Um anúncio pode ser usado para instalar adware ou spyware no seu computador.

O malvertising é uma ameaça crescente à segurança online. É importante estar ciente do risco e tomar medidas para se proteger.

O malvertising pode ser difícil de detectar porque anúncios maliciosos geralmente são misturados aos anúncios legítimos. Diante disso, que cuidados você deve ter?

Mantenha seu Sistema Operacional sempre com o último pacote de segurança aplicado.
Atualizar seu antivírus e anti-malware.
Use add-ons ou extensões bloqueadoras de anúncios em seu navegador.
Somente clique nos anúncios em sites que você conheça e confie.
Se você tiver dúvida se um anúncio é legítimo, passe o mouse sobre ele para ver o endereço da URL.

Por fim, se você suspeitar que foi infectado, execute seu antivírus ou anti-malware.
Criado em 18/01/2024
Autor: Thiago Campos

Compartilhar

Outros artigos


O que significa a expressão DIY (Do It Yourself) ?

Ler artigo

Server Side Request Forgery (SSRF): Entendendo e Protegendo-se contra esse tipo de ataque

Ler artigo

A resiliência na segurança cibernética tornando sistemas computacionais antifrágil

Ler artigo

Open Finance: A nova fronteira da segurança cibernética para aplicativos bancários

Ler artigo

A relevância dos conceitos do Stable Difusion na segurança cibernética

Ler artigo

Minuto Ciber Card

Um cartão de visitas digital é uma versão eletrônica do cartão de visita tradicional. Os dados são armazenados na nuvem e compartilhados pela leitura de um código QR, por aproximação de um chip NFC ou o envio de um link personalizado, oferecendo praticidade, agilidade, inovação e economia de papel. Saiba mais

Anúncios